Governo brasileiro anuncia 13 cidades-sede que receberão reuniões temáticas do G20; veja lista

O governo brasileiro divulgou nesta terça-feira (5) 13 cidades-sede que receberão reuniões temáticas do G20 durante a presidência do Brasil no grupo. O “Grupo dos 20”, conhecido como G20, é uma organização que reúne ministros da economia e presidentes dos bancos centrais das maiores economias do mundo (19 países, União Europeia e União Africana).

O Brasil assumiu, na sexta-feira (1º), pela primeira vez, a presidência do grupo, que abrange dois terços da população mundial. Durante o mandato de um ano, a agenda do Brasil vai se concentrar em três temas: desenvolvimento sustentável; reforma das instituições multilaterais; e combate à fome, à pobreza e à desigualdade.

Intervenções anunciando a cúpula do G20 são instaladas no Rio

As 13 cidades anunciadas são:

  • Brasília (DF);
  • Belém (PA);
  • Belo Horizonte (MG);
  • Fortaleza (CE);
  • Foz de Iguaçu (PR);
  • Maceió (AL);
  • Manaus (AM);
  • Porto Alegre (RS);
  • Rio de Janeiro (RJ);
  • São Paulo (SP);
  • Salvador (BA);
  • São Luís (MA); e
  • Teresina (PI).

Os trabalhos do G20 são divididos em duas “trilhas”: a “Trilha de Sherpas” e a “Trilha de Finanças”.

A Trilha de Sherpas é comandada por emissários pessoais dos líderes do G20, que supervisionam as negociações, discutem os pontos que formam a agenda da cúpula e coordenam a maior parte do trabalho.

Já a Trilha de Finanças trata de assuntos macroeconômicos estratégicos e é comandada pelos ministros das finanças e presidentes dos bancos centrais dos países-membros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *